Beirut: Eye of the Storm – Um olhar feminino sobre o Líbano

4 estrelas Críticas Olhares do Mediterrâneo

“Beirut: Eye of the Storm” é um documentário da realizadora libanesa Mai Masri, que vai ser apresentado no Festival Olhares do Mediterrâneo na secção “Olhares do Líbano” (Sexta dia 18 de Novembro às 19h30 no Cinema São Jorge.

Em Outubro de 2019, quatro mulheres progressistas estão a documentar a revolta contra o governo em Beirute. Elas são a jornalista Hanine, a operadora de vídeo iraquiana Lujain e as irmãs Noel e Michelle, duas artistas cujas músicas, muitas vezes irónicas, as tornaram numa voz para a sua geração. O clima predominante é de esperança e mudança. Mas alguns meses depois, o Covid-19 trancou a cidade e todo o optimismo parece ter evaporado.

Este relato não cronológico de um período turbulento na história recente do Líbano oscila entre revolta e confinamento, com as quatro mulheres a ligarem umas às outras, e à realizadora do filme, Mai Masri, em vídeo-chamadas. Elas expressam as suas opiniões sobre eventos actuais e colocam-nos em perspectiva histórica, mas também oferecem relatórios das suas vidas pessoais.

O encontro entre estas 4 jovem mulheres e a realizadora cria uma obra que consegue exprimir o ponto de vista das mulheres, num país que nunca recuperou desde os 15 anos de Guerra Civil que terminou em 1990.

Estas mulheres estão na linha da frente para protestar e acompanhar uma mudança que elas acham ser necessária para o país. Vemos Beirute cheia de jovens a manifestar, dançar e protestar. A chegada da pandemia Covid-19 interrompeu tudo, mas elas continuam a relacionar-se e a reflectir sobre a situação. A tremenda explosão no Porto de Beirute, no Verão de 2020, é o ponto de viragem na história recente do Líbano. Este acidente, que demonstra a negligência das autoridades, vai dar mais força para voltar aos protestos ou tudo vai ficar na mesma?

Este filme é um olhar sobre o Líbano contemporâneo, mas é também um olhar sobre as condições dos jovens e das mulheres em particular. Elas podem mudar a história do Líbano e dos países do Médio Oriente.

Classificação: 4 em 5 estrelas. Texto escrito por Gianmaria Secci.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *