Laranjas Sangrentas: um filme alucinante, no bom sentido.

5 estrelas Críticas MotelX

Não me lembro se alguma vez vi um filme que me tenha feito chorar de tanto rir e minutos depois estar a provocar-me verdadeiras náuseas e a fazer-me sentir agoniado e aterrorizado. Mas agora certamente que me vou lembrar, porque “Laranjas Sangrentas” provocou isso tudo em mim, não de forma aleatória ou incompreensível, mas de forma bastante intencional e com um brilhantismo na narrativa e nas pontes que se criam entre as diversas histórias que são aqui desvendadas.

O traço mais forte deste filme de Jean-Christophe Meurisse é a sua amostra da realidade nua e crua de muitas sociedades dos dias que correm, com um toque de profunda sensibilidade, nunca deixando o espectador confortável ou sem se questionar ao ponto a que a sociedade evoluiu e como ‘chegámos aqui’, como as interligações humanas e sociais conseguem construir cenários por vezes tão distópicos ou macabros e cruéis em toda a sua essência, ficando nós, público, com um sentimento de inutilidade ao observarmos aquelas histórias a desenrolarem-se à frente dos nossos olhos.

Sei perfeitamente que este não vai ser o tipo de filme que agradará à maioria das pessoas, porque tem realmente o dom de incomodar, mas isso é para mim aquilo que o faz ser tão especial e único, e também se compreenderá como foi o filme vencedor do Prémio do Público MOTELX 2021, sendo que irá estrear agora comercialmente em exclusivo no Cinema Ideal, em Lisboa, a partir do dia 9 de Junho.

O que é mais chocante neste filme é aquilo que me conseguiu atrair mais e ficar com uma sensação estranha ao terminar de ver o filme, uma sensação de impotência perante alguns temas, mas bastante admirado e agradado como um filme conseguiu mostrar de forma tão criativa e peculiar, quase toda uma sociedade e como a nossa própria espécie conseguiu incluir a sua própria crueldade intrínseca em vários aspectos sociais e de vivência. Dá certamente que pensar.

Aconselho vivamente este filme, nem que seja pela viagem emocional que tenho quase a certeza que vos irá provocar, mesmo para os mais receosos em relação a filmes mais ‘gore’ ou aterrorizantes.

Classificação: 5 em 5 estrelas. Texto escrito por André Marques.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *