Videoclube Zero em Comportamento disponibiliza um conjunto de 4 curtas portuguesas, todas dirigidas por mulheres

Cinema Português Notícias

 

 

Esta semana, será disponibilizado no Videoclube um conjunto de 4 curtas portuguesas, todas dirigidas por mulheres
A 8 de Março assinalou-se o Dia Internacional das Mulheres. E, para comprovar a força das mulheres no Cinema Português, o Videoclube Zero em Comportamento vai disponibilizar, na próxima sexta-feira, 25 de Março um programa de curtas metragens dirigidas por 4 grandes mulheres do cinema português!
Cada curta poderá ser vista individualmente, por 0,90€, ou então programa completo, por 3€.
Os filmes são:

COISA DE ALGUÉM
Susanne Malorny, 2014, Documentário, Portugal, 28 min.

O Departamento de Perdidos e Achados de Lisboa parece mais uma antiga oficina artesanal do que um escritório. A sua missão é especial: garantir exílio a todos os artigos pessoais perdidos e recolhidos na área da grande Lisboa. É impossível prever se as coisas perdidas alguma vez vão reencontrar os seus donos, de quem revelam bastante, mas usualmente não o suficiente para os identificar. O dia a dia desta instituição dentro da PSP torna-se um observatório inesperado da dinâmica de perder, achar, possuir e esquecer numa complexa cidade actual.

Prémio de Melhor Filme da Competição Nacional – Córtex Festival de Curtas-Metragens de Sintra, Portugal 2015

CANAL
Rita Nunes, 2014, Ficção, Portugal, 23 min.

“Ele veio da cidade e está a tentar ser dali – Alentejo. Divide o tempo entre a apanha de framboesas, a caça e os mergulhos no canal.

Ela está só de passagem e pertence ao mundo que ele quis deixar para trás. Um dia cruzam-se e a atracção é imediata. Mas a natureza de cada um sobrepõe-se a tudo o resto: ela é livre, e ele um caçador.”

AQUAPARQUE
Ana Moreira, 2018, Ficção, Portugal, 17 min.

Num aquaparque abandonado, uma rapariga e um rapaz escondem-se do mundo exterior. Entre as ruínas graffitadas das antigas piscinas e escorregas desbotados, encontram um refúgio para as suas esperanças e sonhos perdidos.

Prémios:
EUROPEAN FILM AWARD, Festival de Curtas de Vila do Conde, Portugal 2018
MELHOR REALIZAÇÃO, Festival de Curtas de Vila do Conde, Portugal 2018
PRÉMIO DA CRÍTICA, Festival Luso-Brasileiro de Santa Maria da Feira, Portugal 2019

O SAPO E A RAPARIGA
Inês Oliveira, 2018, Ficção, Portugal, 18 min.

No conto tradicional que deu origem a este filme, a rapariga não é uma princesa nem tão pouco beija um sapo. A rapariga é uma lavadeira, trabalhadora e honesta, porém não parece preocupar-se em cumprir as promessas que faz… No filme, a acção passa-se nos dias de hoje. Pelo menos no início. A lavandaria automática está fechada e a nossa rapariga vai entrar num lavadouro público (sabem o que é um lavadouro? A rapariga não sabia), no bairro da Madragoa, em plena Lisboa. Um lugar mágico onde se lava à mão e onde a única máquina que existe ali, é a máquina do tempo…

Recorde-se que, no Videoclube Zero em Comportamento, o visionamento de qualquer conteúdo custa 3€, durante 72 horas, além de existirem opções de subscrição anual ou semestral.

subscrição anual pode ser paga mensalmente, por 4,92€ mensais, ou de uma única vez, pelo preço de 45,51€ (o que dá um preço de 3,8€ por mês). Existe ainda a opção de subscrever durante 6 meses ao preço de 25,83€ (o que significa um valor mensal de 4,31€).

Os professores têm um desconto de 19% (mais informações).

No caso da subscrição, todos os conteúdos estão disponíveis, sem limite de tempo ou de visualizações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *